Galaxy Fold – Celular enrolável da Samsung

Galaxy Fold – Celular enrolável da Samsung





O celular enrolável, Samsung Galaxy Fold, ainda é um conceito que está sendo colocado em prática.

A Samsung registrou nas últimas semanas uma nova patente ao qual deve revolucionar o mercado de celulares, se colocada em prática. Poderemos presenciar em pouco tempo a chegada de aparelhos enroláveis. É o que mostra a ideia da fabricante para um futuro talvez não muito distante.

A tentativa de se diferenciar já vem desde este ano. Em 2019, a Samsung aproveitou para trazer o primeiro celular dobrável neste ano. O Galaxy Fold ainda é um conceito que está sendo colocado em prática. Apesar da novidade, os primeiros lotes apresentaram problema, forçando a Samsung a retirar do mercado e corrigir os primeiros defeitos.




A imagem da patente registrada mostra que o celular tem um espaço mais próximo a sua metade para a força de enrolar. Com isso, pode ser possível que o consumidor transporte o aparelho completamente, já que sua estrutura estaria preparada para virar literalmente uma folha de papel.

Celular dobrável já é uma realidade

O celular enrolável ainda está nos conceitos, mas o celular que dobra já é uma realidade. Apresentado pela primeira vez no ano passado como um conceito, o aparelho possuía uma tela infinita e estava otimizado para alternar os aplicativos em duas telas, divididas por um suporte que garantiria a durabilidade do aparelho.


A tela de 7,3 polegadas ficaria menor ao dobrar e maior ao abrir. Com isso, o consumidor não sentiria tanto o tamanho avantajado do protótipo. Como são duas telas, o usuário pode realizar, por exemplo, uma atividade em uma e continuar em outra, um modo de continuidade parecido com o que vemos hoje em dia.

Problemas relatados

Apresentado e anunciado como Galaxy Fold, o primeiro aparelho dobrável apresentou problemas no primeiro dia de uso. Uma linha branca no meio da tela, exatamente onde fica a dobra foi diagnosticada além da tela OLED estar com pequenos bugs em seu painel ao qual dificulta na imagem projetada.

Estes problemas foram reportados por profissionais que receberam as unidades para teste. Outro problema, desta vez com a película que envolve a tela do Fold acaba por deixar o display todo preto.

As unidades foram recolhidas e a Samsung prometeu analisar uma a uma. Pelo que parece, o problema foi realmente corrigido.

Especificações Galaxy Fold

O Fold é um aparelho topo de linha, com especificações técnicas bastante semelhantes ao S10. Como processador, temos por aqui o Snapdragon 855 que é topo de linha com oito núcleos de processamento. Este é o primeiro chipset da linha que tem suporte a conexões 5G para dados e uso móvel. Acompanhado deste processador, temos 12GB de memória RAM e 512 GB de armazenamento interno. Ou seja, as configurações são semelhantes ao Galaxy S10 Plus com suporte ao 5G.

Ao fechar, a tela possui 4,6 polegadas e ao abrir possui 7.3 polegadas ao qual é dividida por uma haste de sustentação. São 17 milímetros de espessura quando está fechado e surpreendentes 7,5 milímetros quando aberto pelo usuário. O peso total é de 263 gramas.

Com expectativa de lançamento para o mês de julho, o aparelho não tem suporte para cartões de memória, mas chega em um modelo dual-chip sendo um físico e outro virtual, o famoso e-SIM. Este é um dos poucos modelos com possibilidade de se conectar com a operadora por meio de uma unidade virtual.

Na parte traseira temos três câmeras, sendo duas de 12MP e uma de 16MP de telefoto e wide. Na parte frontal temos duas lentes, uma de 10MP e a outra de 8MP ocupando um espaço na tela, exatamente como o S10 Plus. Para complementar, não temos a saída para fones de ouvido, mas o som é estéreo e fica a cargo da AKG. O sensor de digitais está presente debaixo da tela, onde em seu interior também encontramos a bateria de 4.235 mAH que suporta carregamento rápido.

Por Leandrinho de Souza

Galaxy Fold



Post Relacionado

Redmi Go – Características, Especificações

Redmi Go – Características, Especificações

O modelo é simples e destinado para quem busca um modelo de entrada e quer um celular para tarefas básicas. Anunciado em janeiro e lançado em fevereiro deste ano no mercado internacional, o Redmi Go é uma resposta da Xiaomi aos celulares com o sistema…

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *