Xiaomi Mi Band 4 – Lançamento, Novidades

Xiaomi Mi Band 4 – Lançamento, Novidades





Nova pulseira inteligente da Xiaomi não terá muitas novidades e deve ser lançada entre os meses de junho e agosto de 2019.

Um dos grandes lançamentos do verão com certeza será o Xiaomi Mi Band 4, uma pulseira inteligente que promete ser a concorrente direta da Apple. Apesar de sua antecessora, a smartband Mi Band 3 não estar realmente defasada, já que foi lançada em junho do ano passado, a fabricante está para lançar sua nova geração. Separamos aqui as principais informações para você conferir as novidades em primeira mão.

Xiaomi Mi Band 4: novidades

5% da Mi Band 4 é novidade, mas 95% é igual à versão anterior.




Em relação às principais novidades, sabe-se que a Mi Band 4 virá com sensor que mostra seus batimentos cardíacos (ECG), quantos passos você percorreu em um percurso, quantas calorias você queimou e, além disso, também virá com tecnologia NFC.

Para facilitar a vida de quem pratica esportes, mas que gosta de continuar antenado, o aparelho conta com conectividade tanto para sistema Android quanto para iOS. Outra novidade é a atualização do Bluetooth, que agora é 5.0, o que promete uma conexão mais estável em relação às gerações anteriores.


Tela em cores

Deixamos o melhor para depois: a maior mudança que a Xiaomi fez foi em relação à tela: Enquanto a geração anterior é monocromática, a nova será em cores e com tecnologia AMOLED e a nova resolução é de 240 x 120 pixels. Por conta disso, o aparelho apresentará as informações de maneira clara.

Design

Os encaixes da Mi Band 4 são um pouco mais grossos do que a Mi Band 3. Além disso, o botão principal e o conector do carregamento tiveram o seu formato modificado: antes, os dois estavam na parte lateral, mas agora, passou para a parte inferior do aparelho. A smartband contará com tecnologia que a faz resistente tanto à água quanto ao pó.

O controle da Xiaomi Mi Band 4 será por comando de voz

Pensando no tempo que é perdido ao apertar botões, a Xiaomi provavelmente colocará comandos de voz para controlar o aparelho. No entanto, ainda não temos informações concretas o suficiente para ficarmos animados, pois provavelmente assistente virtual que estará incluída seja a da própria fabricante e estará disponível apenas no país-sede da empresa, ou seja, a China. Não será possível, por exemplo, utilizar a Google Assistant.

Apesar da possível ausência da assistente virtual, podemos contar com recursos como o controle de reprodução e trocas de músicas pelo comando de voz.

Preço e lançamento

Apesar de várias informações terem sido vazadas recentemente, não sabemos o valor de lançamento nem a data oficial de lançamento. No entanto, analisando os lançamentos anteriores da Xiaomi, podemos especular que a Xiaomi Mi Band será apresentada ao público entre os meses de junho e agosto de 2019.

Quanto ao preço, provavelmente ele não deve ultrapassar a média dos 29,99 euros, ou seja, o valor médio das vendas do Mi Band 3. Já que a geração anterior alcançou milhões de unidades vendidas por conta de seu valor acessível, temos certeza de uma coisa: se a Xiaomi tiver êxito em acrescentar um sistema de eletrocardiograma (ECG) na Mi Band 4, a Apple corre risco de perder o seu lugar no pódio e ter uma briga acirrada pela liderança no mercado de smartbands.

Ainda não temos muitas informações sobre a smartband. Portanto, fique ligado em nossos posts, pois, assim que vazarem mais detalhes, publicaremos!

Você possui a Mi Band 3? Acredita que este lançamento apressado foi necessário ou a geração antiga daria conta? Você acredita que a empresa chinesa tem condições de superar a Apple no mercado de smartbands? Não deixe de compartilhar as suas opiniões e impressões por meio de um comentário.

Por Jéssica Lima Cochete

Xiaomi Mi Band 4



Post Relacionado

Galaxy Fold – Celular enrolável da Samsung

Galaxy Fold – Celular enrolável da Samsung

O celular enrolável, Samsung Galaxy Fold, ainda é um conceito que está sendo colocado em prática. A Samsung registrou nas últimas semanas uma nova patente ao qual deve revolucionar o mercado de celulares, se colocada em prática. Poderemos presenciar em pouco tempo a chegada de…

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *